Seguidores

domingo, 13 de agosto de 2017

Pai, Reconheça-me!

Pai,
Não renegue minha existência,
Não negue meu direito paternal,
Conceda-me de forma natural.

Preciso da sua presença,
Dos seus ensinamentos,
Do seu carinho,
Da sua companhia,
E das suas asas para me abrigar
Nos momentos de vulnerabilidade
Que a vida impõe.

Sem a sua proteção
Serei como pássaro
Sem asas que não pode voar.



8 comentários:

  1. Profundos e tão lindos versos dessa súplica! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Um clamor sentido e comovente nesta linda poesia minha amiga
    Um feliz domingo
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Bom dia amiga!
    Minha visita hoje é para divulgar o blog da Biblioteca da escola que trabalho EREM DR Mota Silveira. Biblioteca Madre Ódila Maroja, este cantinho especial nasceu recentemente. É um blog voltado para pesquisas nas mais diferentes áreas de conhecimento, já tem postagens de , Matemática, Química, Biologia, Língua portuguesa, Filosofia, Sociologia, Direitos Humanos e outras áreas de conhecimento. Também faço parte na organização e pesquisas das postagens. O link é este, http://bibliotecamadre.blogspot.com.br/ caso deseje conhecer e seguir, será um grande prazer, pois como seguidora e comentarista dos meus blogs, você só engrandece as postagens. Obrigada, tenha um Domingo de muita paz e um início de semana abençoado.
    Desculpe não comentar a sua maravilhosa postagem, logo retornarei. Abraços Lourdes Duarte.

    ResponderExcluir
  4. Um belo poema para o pai!
    Aqui é em março.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Querida amiga aqui estou e fiquei encantado ,pois gostei muito deste seu cantinho ,especialmente neste momento de ternura ,desejo-lhe uma semana muito abençoada ,muitos beijinhos no coração felicidades

    ResponderExcluir
  6. Olá amiga, vim agradecer sua visita e por seguir o blog da Biblioteca. Junto com a prof Lourdes Duarte, criamos este espaço para motivar nossos jovens estudantes a navegar na net buscando bons conhecimentos. Ter pessoas de alto conhecimento como voc~e é um prazer, pois só engrandece o espaço. Obrigada, volte sempre. Seguindo seu maravilhoso blog, sou iniciante na blogsfera, logo voltarei para comentar as postagens. Abraços

    ResponderExcluir
  7. Amiga querida, vim agradecer pela visita e por está seguindo o blog que indiquei, da Biblioteca Madre Ódila, da escola que trabalho, EREM DR MOTA SILVEIRA. Agradeço de coração, sua participação. Como é um espaço educativo ter pessoas que valoriza o conhecimento, é importante. Receba um grande abraço de todos que fazem a escola.
    Obrigada! Tenha uma noite de paz.Bjus

    ResponderExcluir
  8. Um poema tocante... que me sensibilizou imenso... pois perdi o meu bem cedo, devido a doença...
    Beijinho!
    Ana

    ResponderExcluir

Bom dia, boa tarde, boa noite!!

Nem sempre um poema, prosa ou qualquer escrito agrada ao leitor, mas; se acaso minha singeleza tocar seu coração, deixe suas impressões, meu bloguinho agradece..
Sua visita será bem vinda e a minha gratidão será explícita.
Lendo, comente e deixe sua marquinha para que eu possa também visitar o seu espaço.
Deixe seus rastros de Luz e seja muito bem vinda (o)

Beijos de luz.
Diná